Comunicare

Blog

07 de jun de 2018

VEGETARIANISMO: Aderir ou não à alimentação vegetariana?

Vegetarianismo Imagem

Melissa Luciana de Araújo

Nos últimos anos é crescente no mundo inteiro o número de adeptos à alimentação vegetariana por diversos motivos. Esses motivos se relacionam às questões da comensalidade (cultura, religião e preferências alimentares), modos de vida (filosofia e praticantes de yoga), saúde (necessidades de adequação da alimentação para prevenção de agravos em saúde) e sustentabilidade ambiental (visão econômica, ética e preservação ambiental).

Além do vegetarianismo existe o veganismo. O seu foco principal é a questão ética na luta pela libertação e pela não exploração animal. O vegano não consome qualquer derivado de origem animal, como carnes, leite e derivados, ovos, mel, lã e produtos com corantes à base de animal. Também não consome produtos que são testados em animais, como a maioria dos remédios, vacinas, xampus, sabonetes, maquiagens e cosméticos em geral. Quanto a estrutura de alimentação o vegetarianismo se caracteriza por diferentes estruturas alimentares.

Existem aquelas pessoas excludentes de carnes e derivados (ovolactovegetariano); os que além das carnes, excluem leite e derivados, mas consomem ovos (ovovegetariano); aqueles que não utilizam ovos, mas fazem uso de leite e laticínios (lactovegetariano); e os chamados vegetarianos estritos, que não utilizam nenhum derivado animal na sua alimentação.

Esse padrão de alimentação fornece todos os nutrientes necessários à boa saúde? O vegetarianismo, além de excluir esses alimentos do dia a dia, os substitui pelo consumo de cereais, leguminosas, frutas, hortaliças e oleaginosas (castanhas em geral). As combinações adequadas em relação à quantidade de cada grupo de alimentos no consumo diário contribuem para a ingestão adequada de todos os nutrientes adequados à boa saúde em todos os ciclos da vida.

As dietas ovolacto e lactovegetariana fornecem todos os nutrientes necessários ao organismo humano, com um cuidado especial para ferro, zinco e ômega-3. Os vegetarianos estritos apresentam maiores possibilidades de deficiências de cálcio, vitamina D e B12, pois as fontes desse nutriente são principalmente os alimentos de origem animal. Cuidados especiais devem ser adotados quanto ao padrão de alimentação vegetariana! Ao retirar a carne e derivados da alimentação as pessoas tendem a substituir esse grupo de alimentos por carboidrato simples (arroz, pão, macarrão e similares), ou mais recente por diversas opções de produtos industrializados para esse público, em especial, os veganos. Estes produtos em geral são alimentos processados ou ultraprocessados, contribuindo assim para riscos de agravos em saúde por inadequações na alimentação.

Dicas valiosas!

• Antes de adotar qualquer mudança de atitude em relação aos hábitos alimentares, exponha suas dúvidas e melhores opções ao nutricionista.

• Realize acompanhamentos periódicos com médico e nutricionista no intuito de avaliar a condição de saúde em relação as dosagens de vitaminas e minerais.

• Quanto maior a restrição na alimentação, maior a necessidade de atenção! Deve-se priorizar a combinação de alimentos in natura, minimamente processados e valorizar preparações culinárias que proporcionem prazer e saúde. Existem bons livros de culinária vegetariana que poderão ser consultados.

_________________________________________________________________________________

REFERÊNCIAS

BRASIL. Ministério da Saúde. Desmistificando dúvidas sobre alimentação e nutrição: material de apoio para profissionais de saúde / Ministério da Saúde, Universidade Federal de Minas Gerais. – Brasília: Ministério da Saúde, 2016. 164 p.: il.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira. 2. ed. Brasília, 2014.

SÃO PAULO. Sociedade Brasileira Vegetariana. Departamento de Medicina e Nutrição. Guia alimentar de dietas vegetarianas para adultos. São Paulo, 2012. 66p.

Texto elaborado pela nutricionista Melissa Luciana de Araújo – CRN91965.

Compartilhe
Envie seu comentário